Quarta, 23 de Junho de 2021 05:41
(35) 988158840
Cultura LIVRO DIGITAL

Escritor alfenense tem suas obras disponibilizadas em uma plataforma internacional de venda online de livros

Abel Biasi está com duas obras disponíveis na buenovela.com, plataforma que vem mudando o conceito de leitura de livros por meio digital

10/05/2021 22h26 Atualizada há 1 mês
850
Por: Redação 4
Duas obras de Abel Biasi já estão disponíveis na plataforma digital/Foto: Arquivo Pessoal
Duas obras de Abel Biasi já estão disponíveis na plataforma digital/Foto: Arquivo Pessoal

Américo Passos

Escritor, músico, poeta, um artista que, com muita persistência, vem conseguindo romper barreiras e conquistar o seu espaço: este é o jovem alfenense Abel Biasi, que agora está tendo o reconhecimento de seus livros por meio de uma plataforma digital que disponibiliza livros para leitura, a Buenovela.

Abel Biasi, em entrevista ao O Alfenense, conta um pouco de sua trajetória e das dificuldades encontradas para quem quer seguir o caminho da literatura, das artes e da música. Nas linhas abaixo vamos conhecer um pouco deste jovem talento de Alfenas:

O Alfenense: Quem é Abel Biasi?

Abel Biasi: Sou alfenense, nascido e criado no Bairro Vista Grande. Tenho 38 anos, de muita poesia, música, literatura, quedas e percalços. Fui criado por pais muito religiosos, que desde sempre me nortearam e ensinaram desde cedo. Fui ensinado a ler aos 4 anos e escrever aos 5. Sempre fui incentivado a ler, mesmo que no começo eram apenas os títulos que meus pais direcionavam e permitiam. Porém, depois de algum tempo, na adolescência, comecei a tender para outros tipos de leituras, as quais ampliaram meus horizontes e conhecimentos.

O Alfenensi: Quando começou a escrever?

Abel Biasi: Comecei a escrever aos 16 anos, compondo músicas autorais, poesias e pequenos contos, dos quais muitos já nem existem mais ou estão guardados nas caixas que entulhamos no quarto da bagunça. Os livros mesmo, comecei aos 18 anos. Começando com o livro intitulado Gehenna – O Escolhido – Parte I, ao mesmo tempo, comecei a escrever Loucura do Espelho – A Realidade Interna e Guerra e Santidade, este último está sem terminar. Sim, eu escrevia 3 livros ao mesmo tempo, cada um com histórias diferentes e enredos intrincados. Da mesma forma que também lia 3 ou 4 livros ao mesmo tempo.

Quando tinha por volta dos 20 anos, meu computador, que era bem antigo, um Pentium 166 Mhz - para os aficionados em informática como eu entenderem -, queimou o HD, dando fim aos meus escritos que eram esses três títulos na época.

Em 2007, voltei a escrever, na máquina de escrever antiga do meu pai. Consegui reescrever e terminar, inclusive com mais maturidade, o livro Gehenna em apenas 30 dias. Loucura do Espelho demorou mais 30 dias para terminar no mesmo ano. Guerra e Santidade ainda não tive a possiblidade de recomeçar a escrever. Porém, ainda irei.

Dois outros títulos foram terminados depois dessa data. Álex – Uma herança de humildade é um livro mais curto, demorou menos tempo. E Singularidade – O Caminho para a Unicidade demorou dois meses intercalados, porém se juntar os dias foram ao menos 15 dias para terminar a obra. Este iniciado e terminado entre janeiro e fevereiro de 2021.

O Alfenense: Qual é o seu estilo?

Abel Biasi: Vejo que não tenho estilo. Gosto de escrever sobre o que vem na telha, daí pesquiso e vou criando as narrativas e os entornos. Tenho sempre um monte de anotações para que não me perca nas diversidades de personagens e continuidade da história. Gehenna, por exemplo, é um livro de ficção, voltado para os jogadores de RPG. É sobre vampiros e tende a ser diferente dos vampiros que brilham no sol, como em outros títulos que fizeram sucesso alguns anos atrás. Inclusive, quando escrevi o meu livro de vampiros, ainda não havia sido lançada a trilogia mais famosa que deixou os vampiros muito humanizados e amorosos, coisa que não existe nas lendas de vampiros e nem está em meu livro.

Loucura do espelho é voltado para introspecção de uma mente aguçada. Tem muito a ver com espiritualidade concomitante a um romance nas entrelinhas.

Álex, é mais infanto-juvenil, e Singularidade é voltado para conhecedores mais profundos ainda da mente humana, é apenas um ensaio, em que tento fazer ligações entre assuntos que ao meu ver se encaixam e explicam a forma como vivemos e somos.

O Alfenense: Quantas obras já escreveu?

Abel Biasi: Até o momento, obras terminadas são três livros e um ensaio. Ainda tem um TCC do curso de Pedagogia, que considero mais um formato de escrita. Ainda poderão vir, em breve, a segunda e a terceira parte do livro Gehenna. Bom, como a reescrita de Guerra e Santidade.

O Alfenense: Como é o mercado literário no Brasil?

Abel Biasi: Algo similar que me acostumei a ver no mercado fonográfico. Se tiver dinheiro, você consegue publicar seus primeiros livros. Se não tiver, poderá colocar em editoras por demanda, que deixam seu livro na estante virtual do site e imprimem à medida que são feitos os pedidos pela plataforma. O custo de impressão no brasil é alto. Uma média de 13 reais, quando se imprime mais de 1000 exemplares. As editoras famosas buscam pelos escritores que também já são famosos e é muito raro abrirem um contrato para escritores desconhecidos. No máximo, como já tive experiência, eles agradecem que tenha enviado seu manuscrito e dizem que não procuram por aquele tipo de material. Logicamente, cheio de educação e reverência, mas que, alguns meses para frente, um novo título similar explode no mercado, porém, de autores já consagrados e que têm média de vendas bem altas por títulos. Enfim, é o mercado. Primeiro, você precisa se estabilizar como escritor, ser reconhecido por um público, para depois ter um contrato com editoras famosas.

Loucura do Espelho - A Realidade Interna é um dos livros disponíveis na plataforma Buenovela/Foto: Divulgação

O Alfenense: Como está sendo esta experiência de ter sua obra sendo comprada em uma plataforma no exterior?

Abel Biasi: É interessante porque eu não estava procurando contato de editoras. Na verdade, estava bem tranquilo em relação a isso. E mais interessante ainda foi que apenas vi um anúncio de uma nova editora virtual chegando ao Brasil em um grupo de escritores, mas não dei muita importância para o anúncio. Deixei uma mensagem na publicação de forma despretensiosa e uma das editoras do site entrou em contato perguntando sobre minhas obras. Levou, mais ou menos, uns 4 meses de conversas esporádicas para eu dar atenção a ela. Ela enviava mensagem pedindo mais informações de minhas obras, eu visualizava, respondia que estava muito ocupado e que faria. Por fim, enviei o link das 4 obras que estavam em outra editora destas em demanda e, um dia depois, tive a informação de que a plataforma se interessou por 3. Sem ainda dar confiança do que poderia vir, tirei um final de semana e fiz o processo de adequação do livro em capítulos e adicionei na plataforma. Dois dias depois, eu recebi um e-mail, em nome de um editor estrangeiro, sobre um “contrato de exclusividade”, ou seja, eles não compraram a minha obra, mas fizeram um contrato de exclusividade para que meu livro possa ser lido apenas pela plataforma buenovela.com, que é um sistema diferente de leitura. Lógico que o pagamento encheu os olhos. É um sistema bem interessante, que já está bem desenvolvido nos idiomas inglês e espanhol, agora com a chegada do idioma português.

Na plataforma, faz-se do seguinte modo: você pode ler os dois primeiros capítulos de qualquer obra de graça, após isso, você pode liberar os capítulos à medida que se interessa pelo livro, por um sistema de compra de moedas. Você estipula a quantidade da compra de moedas, por 1 dólar, 5 dólares ou 10 dólares, e utiliza as moedas que recebe da plataforma para liberar os capítulos. Dessa forma você vai comprando os capítulos dos livros e lê na hora. Se não se interessar, você não precisa comprar o livro todo e pode utilizar o restante das moedas que comprou para liberar capítulo a capítulo de outra obra.

Realmente é um sistema bem diferente do que estamos acostumados. A “New Reading” é a empresa "mãe", nela foram criadas duas marcas: “Goodnovel” em inglês e “Buenovela” em espanhol, português e inglês. As empresas foram criadas em Singapura, e hoje, estão invadindo o mundo com este sistema de leitura.

O Alfenense: Como se sente com este reconhecimento?

Abel Biasi: Sem dúvida, é muito bom! Ainda mais para quem já havia deixado de escrever ou procurar editoras para publicar os livros. Estava realmente sem pensar nessa área de minha vida, apenas havia empurrado para um canto na tentativa de esperar quando pudesse pagar para lançar um livro. Mesmo assim, receber um contrato de exclusividade é um empurrão e tanto para que essa tarefa tão gostosa, a de pesquisar para poder escrever, como sempre fiz, agora possa se tornar algo que dê ainda mais prazer em fazer.

O Alfenense: O que espera para o futuro?

Abel Biasi: Sinceramente, não espero muito mais do que já vem acontecendo. Meu segundo livro foi aceito no dia 29 de abril. Tenho mais um livro, com ele tentarei mais um contrato nesse mês de maio. Provavelmente, irei começar a me organizar para que todos os dias eu possa escrever um pouco da continuação de Gehenna. Agora, o que quero é voltar a escrever o mais rápido possível e, lógico, gostaria de começar a ver a contagem de leitores aumentar em meus livros e nos próximos. Não tenho o desejo de me tornar um célebre escritor, mas desejo tocar as pessoas com as coisas que escrevo, seja pela simples vontade de viajar pelas linhas e elaborar em suas mentes as imagens que descrevo ou de fazer com que as pessoas consigam entender que há como mudar, há como ser diferente, há como correr atrás dos sonhos, mesmo que se passem décadas. É sempre bom continuar mantendo a chama acesa, mesmo que seja uma brasinha escondida lá no fundo. Jamais desista!

Confira às obras de Abel Biase na plataforma: buenovela.com

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 05h31 - Fonte: Climatempo
13°
Poucas nuvens

Mín. 13° Máx. 25°

13° Sensação
16.2 km/h Vento
92.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (24/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Sexta (25/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio