Quarta, 23 de Junho de 2021 05:50
(35) 988158840
Geral RESGATE DE CÃES

O cãozinho do Onça, o resgate animal e a realidade

E o desafio de resgatar se encontra exatamente neste ponto. Não existe um prazo determinado, por isso o resgate animal deve ser feito com responsabilidade e estratégia

30/05/2021 10h17
212
Por: Redação 4
Equipe de protetores envolvidos no resgate do cãozinho e ele, já acolhido a caminho da clínica veterinária/Foto: Arquivo Renata Santinelli
Equipe de protetores envolvidos no resgate do cãozinho e ele, já acolhido a caminho da clínica veterinária/Foto: Arquivo Renata Santinelli

Renata Santinelli

Esta semana os grupos de proteção animal em Minas Gerais receberam uma infinidade de comentários e postagens sobre um caso grotesco acontecido em Onça do Pintagui, região central do Estado.

Um casal filma uma sessão de tortura para com um cãozinho. Foram presos (obrigada Lei Sansão!) e no depoimento a mulher relata que estariam “punindo” o animal por ele ter pego uma galinha.

Após os atos de intensa crueldade, o animal foi abandonado num matagal. E de repente, grupos de busca de protetores da região foram organizados. Era tarde da noite e rapidamente os protetores se organizaram para a busca do pobre animal.

Jamais daria destaque a este ato vil e totalmente humano. Historicamente a tortura como punição é usada. Mas o destaque neste texto vai para essa motivação da proteção animal em salvar uma vidinha e seus desafios posteriores.

E foi uma noite e um dia inteiros de conversas nos grupos, ouvindo relatos de vizinhos na zona rural, diálogos com a Polícia Militar local, que destaca-se aqui, agiu com presteza, levando o casal a prisão e ajudando nas buscas do cãozinho, busca de indícios e andanças, muitas andanças no matagal. Desprovidos de equipamentos e alta tecnologia, a única coisa que os protetores tinham era a vontade, era a garra e a determinação e apenas isso.

O ato de resgatar em si, deixa a sociedade com a sensação de alívio e missão cumprida. Protetores encontraram o cãozinho, dizia a notícia. Para muitas pessoas o interesse se encerra neste momento e é exatamente neste momento que o desafio começa.

Cãozinho encontrado, vitória comemorada e divulgada Acabou? Não!

O resgate não se limita à remoção do animal, mas também implica a acomodação, a alimentação, vacinação, castração e todos os cuidados até que ele seja definitivamente adotado.

E o desafio de resgatar se encontra exatamente neste ponto. Não existe um prazo determinado, por isso o resgate animal deve ser feito com responsabilidade e estratégia.

Muitos animais resgatados trazem também traumas emocionais que precisam ser sanados antes que ele possa desfrutar de um lar amoroso. Muitos animais resgatados trazem feridas físicas que devem ser tratadas antes que os protocolos comuns a proteção animal sejam realizados (vacinação e castração).

Por isso que é importante que todos conheçam a longa linha que envolve resgatar um animal. Que este animal pode ficar anos na tutela de protetores e muitos, a grande maioria jamais encontrará um lar.

Segue o depoimento do querido protetor Dênio Almeida, que esteve envolvido no resgate do cãozinho do Onça:

“ Nós montamos uma equipe saímos em busca de informações, inclusive falamos com a autora do crime pois precisávamos de indicações do local do abandono. E a partir daí fomos por uma estrada de um povoado chamado Jaguara e depois de 2 ou 3 horas de entrando em matagais, atravessando córregos, conseguimos avistar o cãozinho. Todos já muito cansados, mas reunimos forças neste momento e conseguimos resgatá-lo. O cãozinho estava muito assustado e ferido, desnutrido, anêmico, mas a maior dificuldade foi ver sua carinha de pânico e a gratidão dele ao ser regatado. Agora partimos para um segundo passo, ele está internado na clínica veterinária e assim que tiver alta será acolhido em nossa casa de apoio. E então começa nosso desafio encontrar uma pessoa boa que realmente o ame e dê a dignidade que ele merece. Uma pessoa que se preocupe em cuidar dele com a qualidade de vida que ele merece. É um passo complicado que temos que ganhar a confiança deste cãozinho que teve sua alma quebrada pelos maus tratos.

Juntos somos mais fortes e mais inteligentes! Combate aos maus tratos é uma das bandeiras da proteção animal. Em caso de maus tratos, não espere, DENUNCIE, ligue 190!

Na próxima semana vamos nos encontrar novamente com um tema pra lá de especial. Eu espero você!

Não se esqueça de interagir com esta coluna!!! Sugestões de temas podem ser enviadas para [email protected]

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fala Proteção Animal!
Sobre Fala Proteção Animal!
Renata Santinelli, Presidente da ONG Anjos de Patas de Alfenas, vai trazer toda semana o tema da causa animal que será divulgada e discutida por quem atua na área e pode trazer mais informações ao leitores sobre o que é, e como agem os protetores de animais e porque a causa animal é tão importante em nossa sociedade na preservação e cuidados dos animais e garantia de seus direitos. Assistente de Campanhas para Animais de Fazenda do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 05h31 - Fonte: Climatempo
13°
Poucas nuvens

Mín. 13° Máx. 25°

13° Sensação
16.2 km/h Vento
92.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (24/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Sexta (25/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio