Segunda, 20 de Setembro de 2021 12:26
(35) 988158840
Geral VOLUNTARIADO

VOLUNTARIADO: TER O CORAÇÃO NAS MÃOS!

Ser voluntário não depende de grandes fortunas, depende de vontade e comprometimento com a causa escolhida e a necessidade urgente apontada. Vamos ser voluntários?

29/08/2021 08h58 Atualizada há 3 semanas
176
Por: Redação 4
Eu, por aí no Brasil em dois momentos do voluntariado com pessoas e animais/Foto: Arquivo pessoal
Eu, por aí no Brasil em dois momentos do voluntariado com pessoas e animais/Foto: Arquivo pessoal

Renata Santinelli

Peço licença para fazer uma breve pausa na nossa trilogia sobre Políticas Públicas para Animais. Ontem dia 28 de agosto comemorou-se o dia do voluntariado e por isso resolvi escrever sobre esta atitude de amor imenso que move o ser voluntário.

A segunda licença é porque vou escrever em primeira pessoa já que em algumas ocasiões vou trazer fragmentos da minha história e dos caminhos que me levaram a dedicar minha vida ao trabalho voluntário.

A terceira licença é que como boa Camiliana que sou, uso de uma máxima de São Camilo: “é preciso ter coração nas mãos!”

Em um mundo aonde a lógica é o dinheiro e o lucro existem milhares de pessoas que andam na contramão dessa lógica: o ser voluntário.

“O trabalho voluntário não é uma atividade fria, racional e impessoal, mas uma relação humana enriquecedora e solidária.”

Nem me lembro ao certo aonde tudo começou, mas me lembro de ser ainda bem pequena e transformar meu inconformismo com o que vi nas ruas em atitude de alívio. Lembro de um sábado gelado em que, com um grupo de amigos, saímos pelas ruas da cidade a distribuir sacolinhas pedindo que as pessoas colocassem alimentos. Nosso objetivo era montar cestas básicas e para levarmos para famílias em vulnerabilidade social. O nome escolhido? Projeto Esperança.

A partir daí o desejo de ir além só aumentou. E ao longo da vida foram várias e várias campanhas de arrecadação.

Mas o desejo de ir além, nunca saiu de mim. E no período que estava na Universidade tive a oportunidade de participar do maior programa de voluntariado universitário do Brasil. O Projeto Rondon.

O Projeto Rondon para conhecimento, é uma iniciativa do Ministério da Defesa em parceria com Universidades que leva estudantes e professores do Brasil todo para regiões de baixo IDH (índice de desenvolvimento humano) para realizar ações humanitária e educativas.

Ahhh, quanto orgulho deste Projeto! Pois através do Projeto Rondon eu não estava apenas realizando sonhos pessoais, eu tive a oportunidade de plantar nos meus alunos essa sementinha que habitava dentro de mim. Que podemos sim ser atores da mudança que queremos para o mundo.

Da preparação a viagem existia muito aprendizado. Até a fazer mala pequena (rsrsrs). Na verdade, precisamos de muito pouco para viver. E os 19 dias que passávamos na localidade nos ensinavam isso. A cidade ofertando sua melhor alimentação. A hospedagem em escolas. Em algumas localidades, a escassez crônica de água. Lavar roupa em balde.

Uma passagem muito interessante foi lá no Maranhão. Estávamos num bairro muito distante e carente, um sol de rachar a cuca. De repente a gente ouviu: “Ei, psiu, se achegue!” Era uma senhorinha que morava só. Ela nos sentou em sua varandinha simples e ali começou a compartilhar conosco a sua vida. Dez filhos que foram embora, viúva do grande amor da sua vida. Entre um gole e outro de café ouvir aquela história foi como se nossas próprias dores se tornassem muito pequenas. Na verdade, eu acho que o alívio foi para ambos os lados. Ela que aliviou sua solidão compartilhando seu café e suas histórias e a nós que aliviamos nossas angústias com uma acolhida tão carinhosa.

Era lindo de ver o rosto dos alunos emocionados, realizados felizes a cada missão cumprida. Lembro com vividez: Rafael era seu nome. Aluno de medicina. Orientado a fazer um momento de motivação em uma casa de recuperação de dependentes químicos. Ele chegou correu até mim, chorando: “Tia Rê, eu consegui!” Rafael venceu as suas próprias inseguranças, seus medos. E tenho certeza que ele nunca mais foi o mesmo depois daquele dia. Hoje, já médico, posso acompanhar aquela sementinha frutificar. Pois o trabalho voluntário continua nele.

O voluntariado com os animais foi um despertar de consciência há alguns bons anos atrás. Estava diante da situação de um cão em extremo maus tratos e eu não conseguia entender os porquês de tanto descaso.

Se fosse somente um cão estaria fácil de resolver. A cortina se abriu e comecei a ver o quanto os animais sofrem em silêncio. Dentro de mim outra sementinha foi plantada. A de tentar ser a voz da dignidade para aqueles que não podem falar. E nessa caminhada acabei conhecendo muitas pessoas como eu, que dedicam sua vida a salvar vidas. A dar voz aos animais. E para além de cães e gatos, existe um voluntariado rico de pessoas maravilhosas lutando aqui e acolá pelo fim da exploração animal, por políticas públicas mais eficazes, por proteção aos animais silvestres. O mundo borbulha de gente linda que escolheu fazer o bem como máxima de vida! É isso é lindo!

O voluntariado pelos animais me levou a muitos lugares. E com isso, pude compreender melhor o quanto os animais precisam de mais pessoas lutando por eles. Muitas vezes nos faltam braços para atuar em outras demandas, outras frentes e outras necessidades.

No trabalho voluntário, cada pessoa contribui na medida de suas possibilidades e com o tempo livre de que dispõe. As formas de ação voluntária são variadas e podem ser prestadas presencialmente ou à distância: realizando ações individuais; participando de campanhas; juntando-se a grupos comunitários; trabalhando em organizações sociais; participando de projetos públicos; sendo voluntário em escolas, etc.

Perceberam? Ser voluntário não depende de grandes fortunas, depende de vontade e comprometimento com a causa escolhida e a necessidade urgente apontada. Vamos ser voluntários? Eu digo de coração: é a maior realização da vida!

Na próxima semana vamos nos encontrar novamente com um tema pra lá de especial. Eu espero você!

Não se esqueça de interagir com esta coluna!!! Sugestões de temas podem ser enviadas para [email protected]

 

* As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião deste portal de notícias.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fala Proteção Animal!
Sobre Fala Proteção Animal!
Renata Santinelli, Presidente da ONG Anjos de Patas de Alfenas, vai trazer toda semana o tema da causa animal que será divulgada e discutida por quem atua na área e pode trazer mais informações ao leitores sobre o que é, e como agem os protetores de animais e porque a causa animal é tão importante em nossa sociedade na preservação e cuidados dos animais e garantia de seus direitos. Assistente de Campanhas para Animais de Fazenda do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 12h03 - Fonte: Climatempo
32°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 35°

31° Sensação
8.8 km/h Vento
28.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Quarta (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.