Quarta, 20 de Outubro de 2021 14:34
(35) 988158840
Polícia ESTUPRO COLETIVO

DOIS SUSPEITOS DE PRÁTICA DE ESTUPRO COLETIVO SÃO INDICIAMOS PELA POLÍCIA CIVIL EM CARMO DO RIO CLARO

Mulher encontrava-se em estado de vulnerabilidade e foi agredida ao se recusar a ter relações sexuais com os suspeitos

28/09/2021 19h04
102
Por: Redação 4
Foto: PCMG
Foto: PCMG

 

Da Redação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), concluiu nesta terça-feira (28/9), inquérito policial que investigou crime de estupro de vulnerável praticado de forma coletiva pelos suspeitos em setembro de 2020.

As investigações tiveram início através de REDS em que os militares informaram que a vítima, totalmente embriagada e apresentando lesões, foi levada ao hospital relatando ter sofrido violência sexual por indivíduos identificados.

A vítima narra que estava bebendo com uma amiga quando os suspeitos a convidaram para continuar fazendo uso de bebida alcoólica num local próximo. A amiga (irmã de um dos suspeitos) não entrou no imóvel onde o crime ocorreu. No momento em que a vítima se recusou a ter relação sexual, foi agredida fisicamente com um soco no rosto e ficou desacordada. Ao recuperar parcialmente a consciência, notou que estava despida e se deparou com um dos suspeitos praticando a conjunção carnal. Logo em seguida sofreu a violência do segundo.

Afirma que tentou resistir e afastá-los, mas eles eram mais fortes e ela estava totalmente embriagada.

Após despertar, encontrou a residência vazia e fugiu correndo do local, sendo socorrida por uma testemunha que a encontrou machucada e solicitou socorro médico.

Na primeira oitiva dos suspeitos, ambos negaram ter encontrado e/ou mantido relação sexual com a vítima. Na segunda oitiva, ambos confessaram que fizeram uso de bebida alcoólica com a vítima e que estiveram na borracharia (local dos fatos). Confirmam que mantiveram relação sexual, mas ressaltaram que tudo fora consensual.

Durante as investigações foram ouvidas testemunhas as quais auxiliaram a entender a dinâmica dos fatos e identificar as contradições nas declarações suspeitos. Uma delas revelou que os suspeitos teriam confessado informalmente o estupro.

Identificou-se que a irmã de um dos suspeitos fez afirmação falsa durante o inquérito policial.

O inquérito foi remetido à Justiça, com o devido indiciamento dos suspeitos. As investigações foram conduzidas pela Polícia Civil em Carmo do Rio Claro.

Fonte: 2º Delegacia Regional de PC de Alfenas                   

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 14h26 - Fonte: Climatempo
21°
Pancada de chuva

Mín. 13° Máx. 21°

21° Sensação
20.2 km/h Vento
78.2% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 23°

Sol com algumas nuvens
Sexta (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens