Quarta, 01 de Dezembro de 2021 21:56
(35) 988158840
Geral MANEJO POPULACIONAL

O MANEJO POPULACIONAL ÉTICO DE CÃES E GATOS EXIGE DEDICAÇÃO E RESPONSABILIDADE (PARTE III – PROGRAMAS DE CASTRAÇÃO)

Os programas de castração devem sempre ocupar lugar de destaque na construção das políticas públicas pois somente com a castração em massa de cães e gatos é que se consegue encerrar o ciclo de abandono e maus tratos. Além disso, a castração é um método eficaz de controle das populações canina e felina e não agride os direitos e bem estar dos animais

17/10/2021 11h51 Atualizada há 1 mês
442
Por: Redação 4
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Renata Santinelli

Esta trilogia já passou pelo tema do recolhimento de animais que embora seja um clamor da sociedade e alternativa mais rápida para os gestores vimos que o recolhimento por si só não resolve a questão e muito pelo contrário acaba por aumentar as taxas de abandono. Vimos também a importância dos programas educativos como parte fundamental das Políticas Públicas para animais e neste abordaremos os programas de castração.

Como já dito, as Políticas Públicas para Animais envolvem várias ações que exigem dos gestores municipais a elaboração de um plano de ação que englobe um diagnostico situacional, para conhecermos os indicadores e a realidade do território a ser trabalhado, anterior a execução das ações propostas.

Porque é importante? Para determinar as causas do descontrole populacional e agir diretamente nela.

Também é importante uma breve reflexão sobre a competência técnica dos atores envolvidos, a capacitação constante e a busca por modelos de sucesso em outras realidades e adaptáveis a realidade daquela localidade.

Assim, os programas de castração devem sempre ocupar lugar de destaque na construção das políticas públicas pois somente com a castração em massa de cães e gatos é que se consegue encerrar o ciclo de abandono e maus tratos. Além disso, a castração é um método eficaz de controle das populações canina e felina e não agride os direitos e bem estar dos animais.

Vamos aos números. Por exemplo, uma cadela e um cão não castrados geram duas ninhadas por ano. Suponhamos que estas ninhadas sejam de cinco filhotes, dez no total. No próximo ano, serão 12 animais se reproduzindo. E a escala sobe em progressão geométrica. Ao longo de 10 anos, esses dois animais e seus descendentes podem gerar surpreendentemente até 80 milhões de animais.

Fonte: American Humane Association.

Um bom programa de castração deve levar em consideração fatores como a realidade local, a oferta de pontos de abandono, as localidades com maior densidade demográfica. O ideal mesmo seria um censo animal, porém com a escassez de recursos e a pouca preocupação dos gestores sobre o assunto, trabalhar em cima das estimativas já ajuda bastante.

Programas de controle populacional mal projetados podem gerar maiores complicações e gastos, e não atingem o seu objetivo principal, que é o de controlar a população de uma determinada região, com garantia de bem-estar animal e o apoio da comunidade.

Um bom programa de castração envolve, além do reconhecimento da realidade local a busca por profissionais médico-veterinários capacitados e hábeis para realização das castrações com objetividade e resolutividade.

Em busca da efetividade, os programas de castração também devem incluir:

Identificação e registro da população de cães e gatos;

Incentivo à adoção de cães e gatos abandonados;

realização de campanhas de conscientização pública sobre a relevância do controle da população de cães e gatos e de sua vacinação periódica.

E nunca pode-se esquecer que o bom gestor deve ouvir a proteção animal local e construir as políticas públicas para animais a várias mãos levando sempre em consideração os olhares dos protetores que diariamente estão na linha de frente das situações envolvendo animais nas cidades e também é importante frisar que enquanto os gestores preocuparem-se em atuar somente na consequência, ou seja, recolhendo indiscriminadamente, e não na causa, castração dos animais e educação da população dificilmente as cidades terão sucesso em suas políticas e o número de animais abandonados continuará aumentando.

Vamos fazer a coisa certa! Pode não ser uma resposta imediata, mas é uma resposta eficaz!

Na próxima semana vamos nos encontrar novamente com um tema pra lá de especial. Eu espero você!

Não se esqueça de interagir com esta coluna!!! Sugestões de temas podem ser enviadas para [email protected]

* As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião deste portal de notícias.

 

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 21h52 - Fonte: Climatempo
29°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 27°

33° Sensação
13 km/h Vento
79.5% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (02/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.