Quarta, 01 de Dezembro de 2021 21:06
(35) 988158840
Geral SOBREVIVÊNCIA

SEM DIGNIDADE A TODOS OS SERES VIVENTES NÃO HÁ SOBREVIVÊNCIA

A dignidade é tida como um valor acima de outro valor, inegável, imprescindível à vida, irrenunciável e na perspectiva constitutiva, inerente a todos os seres viventes

21/11/2021 09h36
366
Por: Redação 4
Foto: Reprodução Instagram. As Búfalas de Brotas
Foto: Reprodução Instagram. As Búfalas de Brotas

Renata Santinelli

Quem atua em proteção animal vivencia diariamente cenas de crueldade contra animais. É necessária muita força interior para continuar acreditando num mundo melhor e persistir na tentativa de salvar os animais do descaso e da omissão.

É profunda a reflexão sobre dignidade de humanos e não humanos e para tanto, necessário se faz quebrar o paradigma do antropocentrismo e adentrar pelo universo em que todos os animais também são habitantes do mesmo espaço e passíveis do resguardo de sua dignidade.

Dar este passo constitui-se verdadeiro avanço na nossa forma de pensar e agir no mundo e retira o humano da seara do egoísmo para o local de convivência pacífica e harmônica e este olhar transformado a atitude, é a garantia da nossa sobrevivência no planeta.

Por muito tempo a dignidade foi atribuída somente aos seres humanos na justificativa de que somente os seres humanos, pois se consideravam os seres humanos como únicos entes no mundo capazes de amar, descobrir a verdade e criar a beleza. Será?

Vejam bem, capazes de amar. Já mais que provado e observado o quanto várias espécies de animais não humanos se organizam em estruturas sociais e familiares, tem a capacidade de cuidar e defender os mais vulneráveis da sua própria sociedade, velam e guardam luto aos seus mortos. Muitas destas sociedades possuem regras, são pautadas no respeito e zelam pela boa convivência. Por hora o reconhecimento da senciência já trás a capacidade de amar de forma intrínseca. Reconhecer os animais não humanos como seres sencientes é exatamente reconhecer a capacidade de sentir da dor ao medo, da alegria ao prazer e capacidade de amar perpassa por todos esses limites do sentimento. É inegável que animais não humanos são capazes de amar.

Descobrir a verdade. Mas de qual verdade estamos falando? Na perspectiva antropocêntrica pode-se até pensar na verdade como algo sublime e até religioso. Mas com o olhar já na perspectiva biocêntrica da vida; a verdade é individual e caracterizada em cada espécie na sua necessidade de sobrevivência.

Criar a beleza então, aí sim os animais não humanos demonstram sua dignidade. Do canto ao encanto, tanto que na pequena perspectiva humana são inúmeras as tentativas de “aprisionar” a beleza contida nos animais para uma satisfação egoísta e momentânea. Reconhecer a dignidade dos animais não humanos é abrir caminhos para a liberdade, inclusive a nossa!

Se somos iguais em dignidade fica a pergunta: a quem é dado o direito de capturar, aprisionar, explorar e matar?

A dignidade é tida como um valor acima de outro valor, inegável, imprescindível à vida, irrenunciável e na perspectiva constitutiva, inerente a todos os seres viventes.

Esta semana o caso das Búfalas de Brotas chamou a atenção em todo território nacional. Milhares de búfalas, que “perderam sua utilidade” para o fazendeiro foram simplesmente deixadas para morrer sendo privadas de alimento e água. Grupos de proteção animal especializados de todo o país se deslocaram para a cidade de Brotas para amparar as Búfalas. Mesmo com liminar garantindo a entrada dos ativistas no local, o fazendeiro cria empecilhos para a atuação das equipes e defende o “seu direito” de deixá-las a própria sorte para uma morte lenta e dolorosa.

E aqui cabem as perguntas: Aonde fica a dignidade? A quem é dado o direito de privar o outro de suas necessidades básicas? Até quando enxergaremos os animais não humanos como seres descartáveis com o único propósito de servir aos humanos?

Não se deixem enganar pelo antropocentrismo. A nossa sobrevivência depende da sobrevivência do planeta e enquanto nossa postura for de indiferença, sobreviver se torna um risco!

Em tempo: as Búfalas de Brotas precisam de toda nossa ajuda. Para saber mais acesse: @bufalas_de_brotas

Na próxima semana vamos nos encontrar novamente com um tema pra lá de especial. Eu espero você!

Não se esqueça de interagir com esta coluna!!! Sugestões de temas podem ser enviadas para [email protected]

* As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião deste portal de notícias.

 

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fala Proteção Animal!
Sobre Fala Proteção Animal!
Renata Santinelli, Presidente da ONG Anjos de Patas de Alfenas, vai trazer toda semana o tema da causa animal que será divulgada e discutida por quem atua na área e pode trazer mais informações ao leitores sobre o que é, e como agem os protetores de animais e porque a causa animal é tão importante em nossa sociedade na preservação e cuidados dos animais e garantia de seus direitos. Assistente de Campanhas para Animais de Fazenda do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 20h52 - Fonte: Climatempo
24°
Pancada de chuva

Mín. 19° Máx. 27°

24° Sensação
12.6 km/h Vento
76.3% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (02/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.