Sábado, 27 de Fevereiro de 2021 01:22
(35) 988158840
Polícia BALEADO

Motociclista de Alfenas é baleado por policial militar na BR 459 próximo a Santa Rita do Sapucaí

Guilherme Esteves pilotava sua moto em um grupo de 50 motociclistas que se dirigiam a Aparecida do Norte

06/02/2021 16h37 Atualizada há 2 semanas
1.217
Por: Redação 4
Guilherme estava em um grupo de motociclistas que saiu de Alfenas para ir a Aparecida do Norte/Foto: Redes Sociais
Guilherme estava em um grupo de motociclistas que saiu de Alfenas para ir a Aparecida do Norte/Foto: Redes Sociais

Américo Passos

Um grupo de motociclistas de Alfenas com cerca de 50 motos saiu em romaria em direção a cidade de Aparecida do Norte, no estado de São Paulo. Quando o grupo chegou na BR 459 próximo a cidade de Santa Rita do Sapucaí foram parados em uma blitz que a polícia militar realizava no local.

Guilherme Esteves de Oliveira de 35 anos, motociclista de Alfenas que estava no grupo e segundo relatos não conseguiu parar a sua moto no momento da abordagem da polícia militar rodoviária, foi baleado pelas costas.

Nas redes sociais vários vídeos foram compartilhados mostrando Guilherme ao chão com o ferimento causado pelo disparo que atingiu as costas e segundo informações extraoficiais ele não corre risco de vida e nem teve nenhum órgão vital nem a coluna vertebral atingida.

Atenção! Abaixo o vídeo com imagens fortes que mostra Guilherme baleado caído ao chão:

O policial que efetuou o disparo teve a arma recolhida e foi levado para o quartel da polícia militar para que seja feita as averiguações sobre o ocorrido. Guilherme foi levado ao hospital Antônio Moreira da Costa em Santa Rita do Sapucaí, onde passou por uma cirurgia para a retirada do projétil e passa bem.

O incidente com o grupo de motociclistas repercutiu em Alfenas e a Câmara Municipal publicou uma nota de repúdio sobre o ocorrido:

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.