Terça, 02 de Março de 2021 11:46
(35) 988158840
Política MONITORAMENTO

Alfenas busca parceria com cidades da região para ampliar o vídeo monitoramento por câmeras OCR

Projeto é ampliar o monitoramento em todas às cidades da área 64º Batalhão de Polícia Militar que tem sede em Alfenas

08/02/2021 21h29 Atualizada há 3 semanas
320
Por: Redação 4
Prefeitos das cidades da área do 64º Batalhão de Polícia Militar assinaram protocolo de intensões para ampliação do sistema de monitoramento na região/Foto: Gilson Leite
Prefeitos das cidades da área do 64º Batalhão de Polícia Militar assinaram protocolo de intensões para ampliação do sistema de monitoramento na região/Foto: Gilson Leite

Américo Passos

As câmeras de Reconhecimento Óptico de Caracteres (Optical Character Recognition), popularmente conhecidas pela sigla OCR são utilizadas no sistema de monitoramento nas principais vias de acesso à cidade de Alfenas.

As câmeras se mostraram eficazes na identificação de veículos irregulares ou furtados na cidade ou região que entraram ou saíram da cidade, com isso o sistema pode ganhar um reforço através de uma parceria com às cidades que estão na área de abrangência do 64º Batalhão de Polícia Militar que tem sua sede na cidade de Alfenas.

Uma reunião realizada nesta segunda-feira 08 de fevereiro no Centro Integrado de Segurança Pública, em Alfenas com a participação de prefeitos dessas cidades, foi apresentado uma proposta e a assinatura de um protocolo de intenções para a ampliação do sistema em parceria com essas prefeituras.

Sistema de monitoramento do Centro Integradode Segurança Pública de Alfenas utiliza ás câmeras OCR para monitoramento dos acessos a cidade/Foto: Gilson Leite

Leonardo Vilela, secretário de defesa social de Alfenas, ressaltou que através da parceria com as outras prefeituras há possibilidade da ampliação do sistema que será benéfico a toda a região abrangendo às 13 cidades.

Com a adesão de todas as prefeituras os custos serão menores para a instalação das câmeras afirmou Leonardo Vilela/Foto Gilson Leite

O processo se dará com Alfenas fazendo a licitação de acordo com a quantidade de pontos escolhidos para instalação das câmeras OCR em cada cidade pelas prefeituras locais, o que reduziria e muito o custo para a instalação do sistema que transmitiria as imagens para a central em Alfenas por meia da internet por Wi-fi, rede 3G ou 4G.

Confira o vídeo sobre às câmeras de monitoramento de Alfenas: 

Luiz Antônio da Silva prefeito de Alfenas, enfatizou que com a adesão das prefeituras da região do 64º batalhão da Polícia Militar ao projeto vai ampliar a segurança na cidade e na região bem como a redução de custos para a instalação dos equipamentos. Em Alfenas está em operação 15 câmeras OCR  e nos próximos dias serão instaladas mais 32 no perímetro urbano, contribuindo ainda mais no serviço de monitoramento para o combate à criminalidade.

Luiz Antônio da Silva ressaltou que Alfenas vai ficar mais segura e vamos contribuir para a segurança da região/Foto Gilson Leite

Prefeitos

Maycon Willian, prefeito de Machado afirma que teremos uma possibilidade regional de meios de prevenção a criminalidade através desta parceria com Alfenas e as demais cidades da região e que a partir do momento que tivermos de monitoramento na cidade estaremos prevenindo que aconteçam crimes e vãos trabalhar de forma incisiva nestas parcerias para podermos dar mais segurança a nossa população.

Vamos trabalhar de forma incisiva nestas parcerias para o combate a criminalidade destacou Maycon Willian/Foto: Gilson Leite

Projeto de segurança deve ser pensado regionalmente e a criminalidade está sempre em trânsito entre as cidades pequenas e as grandes e vice versa. Não adianta pensar em um projeto local, esta integração é importantíssima pois é um esforço conjunto de todas as cidades da área do 64º Batalhão Polícia Militar, enfatiza o prefeito de Serrania Luiz Gonzaga.

Temos que ter um projeto regional de segurança no combate a criminalidade destacou Luiz Gonzaga/Foto Gilson Leite

O prefeito de Alterosa Marcelo Nunes de Souza declara que a reunião para a viabilização deste projeto é de extrema importância para a região e que a parceria entre as prefeituras fara com que os custos de instalação das câmeras sejam reduzidos e assim terá viabilidade o projeto para as cidades pequenas que passarão a utilizar a tecnologia no combate ao crime.

Com a adesão de todas as cidades os custos vão diminuir e poderemos ter acesso a essa tecnologia tão indispensável na segurança pública destacou Marcelo Nunes/Foto: Gilson Leite

Forças de Segurança

O delegado regional de Alfenas Tiago Gomes Ribeiro, destacou que haverá inúmeros benefícios com a amplitude do monitoramento já que o sistema é muito eficaz e é muito positivo na repressão a criminalidade na região sendo mais uma ferramenta à disposição das polícias no combate ao crime.

A tecnologia empregada no sistema se mostrou eficaz e vai contribuir e muito se for ampliado ressaltou o Delegado Tiago Ribeiro/Foto: Gilson Leite

O Comandante do 64º Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Afrânio Tadeu Garcia, afirmou que a criminalidade não é restrita aos limites de um município e que a polícia militar está trabalhando de forma integrada buscando apoio dos das prefeituras para esta adesão para que a polícia militar e demais forças de segurança tenham acesso à tecnologia no combate à criminalidade.

Estamos trabalhando de forma integrada, mas a adesão das prefeituras ao projeto vai ajudar e muito a melhorar os indices de redução de criminalidade afirmou o Comandante Afrânio Garcia/Foto: Gilson Leite

O sistema de monitoramento por câmeras em Alfenas começou a operar em 2015 e é utilizado pelas forças de segurança do município. No final do ano de 2017 foi instalado o sistema de câmeras OCR nas entradas da cidade e agora este sistema será expandido para a zona urbana com a aquisição de mais 32 câmeras OCR que são uma ferramenta indispensável no combate à criminalidade.  

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.