Segunda, 19 de Abril de 2021 03:04
(35) 988158840
Geral GUARDA RESPONSÁVEL

Programas educativos para a guarda responsável

Devemos enfatizar a Educação Humanitária em Bem-Estar Animal como um complexo de ações dentro e fora do ambiente escolar que proporcione a real mudança na percepção dos animais humanos sobre o seu papel e sua relação com animais não humanos, meio ambiente na busca sempre a convivência pacífica entre os seres. Não deixando nunca de lado a responsabilidade de todos temos em manter um meio ambiente equilibrado em todos os contextos de vida existentes.

21/03/2021 09h40 Atualizada há 4 semanas
253
Por: Redação 4
Imagem dos livros didáticos do programa Respeitar para Proteger (https://respeitarparaproteger.com.br/) / Foto: Arquivo Pessoal
Imagem dos livros didáticos do programa Respeitar para Proteger (https://respeitarparaproteger.com.br/) / Foto: Arquivo Pessoal

Renata Santinelli

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.” (Paulo Freire)

Quando falamos em políticas públicas para animais, um dos pontos de maior relevância é a educação das pessoas para a guarda responsável. Podemos dar um passo além e falar da educação de forma biocêntrica, não especista e transformadora. Por isso a chamaremos de Educação Humanitária em Bem-estar animal, ou EHBEA.

A EHBEA deve ser pensada de forma a construir um conhecimento que transforme e incentive as práticas cidadãs, incentivando a compaixão, a compaixão, solidariedade, empatia e respeito aos seres vivos e ao meio ambiente como um todo indissociável e desenvolver igualmente um sentimento de admiração e responsabilidade pelo mundo natural, seu meio ambiente e pelos animais que o compartilham.

Em relação ao bem-estar animal, a educação humanitária tem se mostrado importante instrumento de aprendizagem, abordando valores que internalizam e definem as escolhas do indivíduo.

Ao apresentar uma nova forma de ver os animais e seus sentimentos, através da educação humanitária pela sensibilização e conscientização, busca-se uma mudança comportamental transformadora, quando o mesmo aluno que participará das atividades será o promotor e disseminador de práticas que visam melhorar o tratamento dado aos animais, transcendendo o ambiente escolar, transformando-os em potenciais multiplicadores de informações e atividades.

Portanto devemos enfatizar a EHBEA como um complexo de ações dentro e fora do ambiente escolar que proporcione a real mudança na percepção dos animais humanos sobre o seu papel e sua relação com animais não humanos, meio ambiente na busca sempre a convivência pacífica entre os seres.

Não deixando nunca de lado a responsabilidade de todos temos em manter um meio ambiente equilibrado em todos os contextos de vida existentes.

Por compreender as cidades como espaços de vida a Educação Humanitária em Bem-estar animal deve ser pensada em conjunto com outras ações que envolvem este complexo de políticas públicas para animais.

Os recursos devem ser alocados em igual importância já que de nada teríamos resultados satisfatórios com outras ações sem a transformação efetiva da sociedade.

Quando ao assunto são animais domésticos, a guarda responsável deve ser enfatizada, inclusive atribuindo a responsabilidade civil e criminal do guardião em caso de negligência e ou omissão deste com o animal, tendo por base a manutenção do mínimo necessário para a sobrevivência deste e sua convivência com outros animais e seres humanos, ou seja, alimentação, hidratação, vacinação e controle de ecto e endo parasitas, esterilização cirúrgica, de acordo com orientação veterinária, cuidados veterinários básicos e lazer.

O guardião de um animal doméstico ou de estimação deve aceitar e assumir os seus deveres centrados no atendimento das necessidades físicas, psicológicas e ambientais do seu animal, bem como, a prevenção de riscos para si próprio ou para terceiros (potencial de agressão, potencial de acidente de trânsito, transmissão de doenças e contaminação ambiental).

Para a introdução de programas de EHBEA nas escolas, eles devem ser pensados de forma integrada e relacionada com a realidade local, bem como respeitando o desenvolvimento de cada faixa etária.

Deve-se também levar em consideração um planejamento pedagógico e didático e entender as escolas como espaços parceiros da sociedade, assim, os projetos de EHBEA podem e devem buscar um retorno do conteúdo disseminado para a sociedade como um todo.

Para os programas de EHBEA fora das escolas é importante pensar estratégias que atinjam o grande público de forma a levá-lo a refletir que animais humanos e animais não humanos, bem como o meio ambiente não podem ser escalonados e sim relacionados na busca de um mundo mais ético e sensível compreendendo nosso real papel na sobrevivência do planeta. Práticas como a preservação ambiental, redução dos maus tratos e exploração animal devem ser abordadas, e também mudança em nossos hábitos alimentares e de consumo.

Na próxima semana falaremos sobre Programas de manejo populacional de cães e gatos e controle de habitat. Eu espero você!

Não se esqueça de interagir com esta coluna!!! Sugestões de temas podem ser enviadas para [email protected]

           

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fala Proteção Animal!
Sobre Fala Proteção Animal!
Renata Santinelli, Presidente da ONG Anjos de Patas de Alfenas, vai trazer toda semana o tema da causa animal que será divulgada e discutida por quem atua na área e pode trazer mais informações ao leitores sobre o que é, e como agem os protetores de animais e porque a causa animal é tão importante em nossa sociedade na preservação e cuidados dos animais e garantia de seus direitos. Assistente de Campanhas para Animais de Fazenda do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 02h51 - Fonte: Climatempo
17°
Muitas nuvens

Mín. 15° Máx. 27°

17° Sensação
10.1 km/h Vento
93% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Quarta (21/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio