Segunda, 19 de Abril de 2021 03:52
(35) 988158840
Geral SAEED

O caminho da recuperação

Quando um animal sofre maus tratos é muito mais que seu físico que é agredido. Inclusive as marcas físicas são as mais fáceis de curar. Mas essas marcas que ficam no subjetivo podem jamais serem apagadas

04/04/2021 10h36
219
Por: Redação 4
Saeed no caminho de sua recuperação/Foto: Arquivo pessoal
Saeed no caminho de sua recuperação/Foto: Arquivo pessoal

Renata Santinelli

Neste domingo de Páscoa, e em pleno abril laranja, mês de conscientização sobre maus tratos, escolhi falar sobre algo que está muito próximo da minha história como protetora e ao mesmo tempo muito longe da maioria das pessoas da sociedade.

Por várias vezes eu publiquei e comentei sobre a história do Saeed, mas hoje o foco é outro! O foco é sobre este longo caminho de sete anos até um fato que aconteceu esta semana.

Saeed era um filhote como qualquer filhote que quem atua com proteção animal conhece. Fêmea abandonada sem castrar, cria na rua, acolhida dentro das maiores dificuldades possíveis. Eu vou começar a falar sobre a mãe do Saeed pois quando ela apareceu, era uma cachorra desconfiada e raramente se aproximava de pessoas. Esse ponto já nos leva a crer como deve ter sido sua vida antes do abandono. Triste realidade!

Mas era uma cachorrinha sobrevivente. Ela teve seus quatro bebês num domingo, como hoje. E era mais ou menos a mesma época do ano, em que o outono começa a bater na nossa porta.

Ela ganhou um nome Turuna, em Tupi-Guarani, Turuna significa “bravo”, “guerreiro” e aquela ninhadinha de pintadinhos recebeu o nome de Turuninhas.

Foram dias de uma acolhimento difícil. Turuna jamais nos deixou chegar perto dos filhotes. A nós cabia esperar um milagre e a sábia decisão da Dra. Taís, médica veterinária, em tratar essa desconfiança com homeopatia, colocada na água.

Um belo dia percebemos que os filhotes precisavam de cuidados médicos e aí veio o nó crítico. Como tirá-los de junto de uma mãe tão zelosa e protetora? Fizemos uma força tarefa, e não tivemos sucesso. No dia seguinte. Sabe aquele milagre? Então, foi chorando que vi um voluntário segurando a Turuna no colo. NO COLO!!! Por fim, ele a adotou. Sim, Turuna teve um final feliz!!!

Saeed era um bebezinho um tanto quanto diferente. Sua mãe, a Turuna havia pisado nele e por isso ele tinha um dedinho e o rabo quebrados.

Aquele bebezinho foi adotado e mesmo tomando todos os cuidados durante a adoção e o pós adoção, ninguém esperava no que sua vida se tornaria.

Tinha se passado um ano e em dado momento do pós adoção, a família da adotante resolveu contar a verdade. Saeed estava sendo vítima de um namorado cruel da adotante, espancado sumariamente, negligenciado e humilhado. A decisão foi imediata. Vamos buscar agora!

Ele chegou e era um cachorro muito triste, rancoroso, amargo, sofrido e dolorido. Não se deixou consultar, passou por severos problemas de saúde durante sua vida em decorrência dos maus tratos. Tratamentos longos, cirurgias infinitas até a retirada do baço que pasmem, estava rompido devido a chutes e pontapés. E na própria fala do cirurgião  “ – Não sei como este cachorro está vivo até hoje!”

E assim o tempo foi passando e as dificuldades com o Saeed sempre foram grandes. Destaco aqui que “Saeed” não é seu nome original. Ele foi rebatizado para tirar o estigma dos maus tratos. Saeed em árabe quer dizer feliz e sempre foi isso que desejamos pra ele.

Sempre um cão difícil e muitas pessoas, por conhecerem seu temperamento o procuraram pra adotar para ser vigia de roça, terreiro, quintal, comércio. Ninguém nunca procurou adoção para que ele fosse um pet. Mas sim uma mera ferramenta de trabalho. E sabe-se lá se não perpetuar o mesmo ciclo de violência a que ele foi submetido na infância.

Suas consultas veterinárias sempre são delicadas e envolvem esforço dos profissionais de aprender a lidar com o tempo do Saeed. Nem tudo pode ser feito automaticamente ou na correria do dia a dia. É devagar ganhando espacinho por espacinho. Requer tempo e dedicação e sou muito grata a todos os veterinários que cuidam dele. Todos, sem exceção, compreendem este momento e o deixam à vontade.

Saeed nunca deixou coçar sua barriga. Cães quando “viram de barriga pra cima” é significado de plena confiança, e isso ele jamais teve.

Há um ano e meio Saeed o Cristiano, socializador que trabalha com ele. Por que o tio Cris, como chamamos é diferente? Porque o tio Cris não é um mero adestrador para o Saeed. É um amigo que fala pra ele a todo tempo: “ -  Vamos lá, garotão! Eu acredito em você! Você consegue!”

Mas há dois dias algo aconteceu aqui no Recanto dos Anjos. Eu me abaixei pra recolher a vasilha após o papá e senti aquele lambeijinho tímido no meu rosto. Olhei pra ele e seus olhinhos estavam brilhando, rabo abanando. Ele enfim, após sete anos, se sentiu seguro para me dar um beijo!!!

Saeed demorou sete anos para confiar numa pessoa que há sete anos o alimenta, cuida de suas dores, limpa o seu ambiente TODOS OS DIAS! Ele demorou 2.555 dias pra confiar em uma pessoa que está a todo momento ao lado dele!

Como hoje é um dia de renovação eu gostaria de deixar o aprendizado de que maus tratos não é apenas um crime que merece punição. Poderia falar tecnicamente de leis, mas jamais ficaria esta importante lição de vida que o Saeed mostra todos os dias.

Quando um animal sofre maus tratos é muito mais que seu físico que é agredido. Inclusive as marcas físicas são as mais fáceis de curar. Mas essas marcas que ficam no subjetivo podem jamais serem apagadas.

Maltratar um animal é atitude de humanos covardes na busca de impor sua limitação sobre seres mais vulneráveis. É cruel, é vil e todos temos que lutar contra essas práticas. Seja denunciando, ajudando um animal em sofrimento, seja adotando um animal que sofreu e compreendendo que ele levará tempo pra confiar novamente. Amor e paciência. Não tem outra fórmula!

Ahhh!!! Quando o chamamos pelo nome antigo, ele não atende mais...aquilo lá ficou no passado!!!

Feliz Páscoa a todos!

Na próxima semana falaremos vamos nos encontrar novamente com um tema pra lá de especial. Eu espero você!

Não se esqueça de interagir com esta coluna!!! Sugestões de temas podem ser enviadas para [email protected]

5 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fala Proteção Animal!
Sobre Fala Proteção Animal!
Renata Santinelli, Presidente da ONG Anjos de Patas de Alfenas, vai trazer toda semana o tema da causa animal que será divulgada e discutida por quem atua na área e pode trazer mais informações ao leitores sobre o que é, e como agem os protetores de animais e porque a causa animal é tão importante em nossa sociedade na preservação e cuidados dos animais e garantia de seus direitos. Assistente de Campanhas para Animais de Fazenda do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
Sobre o município
Alfenas - MG
Atualizado às 03h31 - Fonte: Climatempo
16°
Muitas nuvens

Mín. 15° Máx. 27°

16° Sensação
10.1 km/h Vento
93% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Quarta (21/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio